Use a hashtag

Finais Felizes

Ouça as histórias de quem já passou por aqui :)

Holly

'Desde pequena sempre quis ter um cachorro. Mas não queria um cachorro de raça. Ia visitar o canil e sempre queria levar um embora para casa. Tentei, chorei, implorei para os meus pais e nada… Até que chegou uma época em que eu aceitei que só teria um cachorro quando morasse sozinha e me sustentasse. Há 1 ano e meio vim morar em São Paulo para fazer faculdade. Comecei a me sentir muito sozinha, longe dos meus pais, da minha família, das minhas amigas. Passava a semana contando as horas para ver a minha égua. Era uma solidão, mas não uma solidão de estar sem uma companhia humana, sentia falta de um animalzinho, de alguma coisa que me trouxesse muita felicidade. Resolvi ir atrás de cachorros para adoção. Tentei vários e deu tudo errado. Quando estava desistindo, totalmente desanimada vendo que cachorro não era para mim, achei o face da ong muito sem querer. Mandei fotos para o meu namorado dos cachorrinhos e nos apaixonamos pela Holly. Nisso, pura coincidência, vi uma foto da minha amiga e descobri que ela era voluntária. Na hora liguei e mandei mensagem pedindo para adotar a Holly. E o que ela me fala? “Ai Ca, ela já foi adotada”. Mais uma vez eu desisti. Até que 2 minutos depois ela me manda avisando que essa coisa fofa estava para adoção e que na segunda-feira já podia ir buscá-la. Foi uma mistura de explosão de felicidade e ao mesmo tempo um frio na barriga pensando em como iria cuidar de um bichinho 15 vezes menor do que eu estava acostumada. A hora que vi a Holly pessoalmente não conseguia acreditar que aquela cachorrinha era minha. No dia seguinte, meu pai me liga me avisando que minha égua tinha se machucado e estava mal. Tudo que fiz foi me apoiar na minha nova companheira, passava os dias grudadas nela. A partir de então, nosso amor só cresceu. Tudo se ajeitou, minha égua melhorou, mas o mais incrível disso é que percebi que a Holly apareceu exatamente num momento difícil para me provar que as companhias de 4 patas são as melhores. E para mim, o que mais me deixa feliz, é ver que depois de tantos perrengues e traumas que ela passou, ela me olha com o olhar mais sincero. Me espera sentada na porta e faz a maior festa quando me vê. Não tem felicidade maior em salvar uma vida, fazer ela feliz e me fazer feliz! Agradeço muito a ong por ter me dado a oportunidade de achar a minha melhor companheira e mais ainda o meu namorado, que acaba mimando ela o dia inteiro quando estou longe. Agora nossa família está completa! Virou a nossa filha ‘

Freud

Esse é o Freud, um dos irmãos que uma das voluntarias resgatou após uma denúncia que eles haviam sido abandonados em uma construção…Bud, Giorgi, Gaya, Nick, Freud, Touche e Mel, foram resgatados dia 28/03 e felizmente conseguimos ótimas famílias <3 <3 Infelizmente a história do Freud começou um pouco mais conturbada, ele demorou um pouco mais que os outros para conseguir um lar definitivo. Por ser filhote, ele chorava muito e era bastante agitado então a primeira família que o adotou, acabou devolvendo uma semana depois pois não se adaptou a um filhote. Por isso dizemos, antes de adotar, tenha a certeza de sua atitude, pois interfere demais no crescimento do pequeno #AdoçãoResponsável mas felizmente hoje ele está, que nem seus irmãozinhos, lindo, maravilhoso e MUITO feliz!!!! Só temos a agradecer por oferecerem um futuro brilhante para nossos pequenos

Nick

Moro sozinha há 4 anos e um ano atrás estava louca pra adotar um cachorrinho pra ser meu companheiro, então comecei a procurar, e pesquisar, pensei e procurei por uns 6 meses, ate que eu vi um anúncio de 4 filhotes pra adoção e quando eu vi aquela foto daquele filhote marrom e branco de olhos claros foi amor a primeira vista, no mesmo instante entrei em contato com a Aliança com a Vida, fui super bem recebida pela Fla, ela tirou todas as dúvidas que eu tinha e me deixou fazer uma visita pra conhecer meu futuro filhotinho, então eu fui visitar e fiquei mais apaixonada ainda, 4 dias depois da visita voltei para buscá-lo, foi dia 7 de Abril, o dia mais feliz da minha vida, o dia em que minha vida passou de incompleta pra mais que completa. Eu nunca tinha tido um cachorro, no começo era difícil lidar com tanto xixi pela casa (hahaha) mas ao mesmo tempo o amor que eu sentia era algo que nunca tinha sentido antes. O Nick chegou na minha vida e mudou ela completamente, ele faz de mim uma pessoa melhor, uma pessoa realizada e me faz evoluir constantemente, me ensina o que é ser puro e dar amor sem pedir nada em troca, ele me mostrou que não precisamos de muita coisa pra sermos felizes, e o amor que eu sinto por ele é algo que eu desejo para todas as pessoas do mundo, na minha opinião todo mundo deveria ter esse sentimento uma vez na vida, porque é o melhor sentimento que existe! Além de ter salvado uma vida ter alguem pra compartilhar todos os momentos com você e nunca te julgar, ele foi a melhor decisão que tomei ate hoje e se precisasse tomaria essa decisão novamente um milhão de vezes. Ele mostra claramente pra mim todo amor que ele sente, depois que ele chegou me sinto muito mais feliz e amada, e nunca mais me senti sozinha, foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida, e se eu pudesse mudar alguma coisa nele a única coisa que mudaria seria transformá-lo em eterno <3 

Flora

Nossa Tiffany, ôoo cachorrinha do bem!!! Não foi nós que a encontramos, ela nos encontrou. Entrou na ONG e entrava e saia dos canis sozinha, quando a vimos, a colocamos para dentro da Família. Foi tratada, castrada e estava pronta para ir para um lar maravilhoso… Em sua primeira feirinha de adoção, só foi chegar que sua nova família já estava a esperando e foi amor a primeira vista dos dois lados, enquanto sua nova mamãe preenchia o termo de adoção, ela já não saia de seu lado, se espremeu do ladinho da cadeira  E assim foi, hoje ela se chama Flora, tem uma irmazinha, a Amanda, vai ao pet, ao parque, tem uma vida de rainha mas o mais importante, ela teve uma família a sua altura, sensacional!!!!

Dengoso

Minha historia com Dengoso, Dengo para os íntimos, começou oficialmente dia 26 de maio de 2015. Eu já queria adotar um cachorro a tempos e depois de muito convencer meus pais eles me autorizaram.E quando eu vi o anuncio do Dengoso no instagram da ONG foi amor a primeira vista. Eu simplesmente perguntei se ele estava pronto para adoção e a Flavia falou que ele estava passando por um tratamento de pele e eu falei que não tinha problema. E fui conhecer ele no domingo e já levei o para casa. Não sabia ao certo quantos anos ele tinha, se ele tinha problemas, se ele era vacinado, nada . Foi simplesmente amor a primeira vista. O Dengo tem sopro no coração, catarata, cerca de 10 anos, tem uma pata torta e é meio surdo mas mesmo alguns probleminhas, ele mudou minha maneira de ver a vida e mudou toda a rotina da minha família. Minha vontade é de adotar muitos cachorros mas moro em apartamento e trabalho o dia inteiro.
Meu conselho é: adote um
Cachorro sim, independente da raca, idade, se ele tem problemas ou não. O amor que eles tem a oferecem é inexplicável!! Um momento único que só quem vivencia sabe explicar’

Meg

Nossa meninona foi resgatada dia 18 de Abril tentando atravessar a Berrini, provavelmente se ela ficasse la, teria sido atropelada. A resgatamos com cerca de dois meses, havíamos conseguido uma família bem rápido para ela mas infelizmente eles desistiram… Houveram depois vários interesses, várias visitas mas nada… Até que dia 05 de Maio, foi paixão a primeira vista, uma família simplesmente se apaixonou por nossa pequena, preencheu o termo de adoção e vieram busca-la ainda no mesmo dia e desde estão eles foram felizes para sempre! Só temos a agradecer por Deus colocar famílias assim em nossos caminhos e rezamos para que apareçam ainda várias para o bem dos nossos pequenos

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now